MOSTRAR BARRA LATERAL
Beaune, a capital do vinho da Borgonha

Revelando a capital do vinho da Borgonha:
Um guia de viagem abrangente para Beaune

Resumo de Turismo:

Beaune, uma encantadora cidade murada no coração da região vinícola da Borgonha, é um paraíso para os entusiastas do vinho, fãs de história e aqueles que procuram provar a alegria de viver francesa. Famosa por seus vinhedos de classe mundial, arquitetura medieval e cenário cultural vibrante, Beaune oferece uma mistura única de charme do velho mundo e sofisticação moderna. O centro histórico da cidade, Patrimônio Mundial da UNESCO, possui ruas de paralelepípedos, casas em enxaimel e marcos impressionantes como o Hôtel-Dieu (Hospices de Beaune). Além de sua herança vinícola, Beaune atrai visitantes com seus mercados animados, restaurantes gourmet e um ambiente descontraído que convida à exploração e à indulgência.

1. Opções de transporte para Beaune:

  • Aéreo: O aeroporto principal mais próximo é o Aeroporto Lyon-Saint Exupéry (LYS). De lá, você pode pegar um trem ou ônibus para Beaune, o que leva aproximadamente 2 a 3 horas.

    Imagem de Lyon Aeroporto Saint Exupéry (LYS)

  • Trem: Beaune tem sua própria estação ferroviária, Gare de Beaune, bem conectada às principais cidades francesas como Paris, Lyon e Dijon.

    Imagem da Estação de Beaune

  • Ônibus: Os serviços de ônibus regionais conectam Beaune às cidades e vilarejos próximos da Borgonha.

2. Acomodação para todos os orçamentos:

  • Hotéis de luxo:
    • Hôtel Le Cep: Um luxuoso hotel 5 estrelas instalado em uma mansão do século XVI, que oferece quartos elegantes, um restaurante com estrela Michelin e uma adega.
      Imagem de Hôtel Le Cep, Beaune
    • Hostellerie de Levernois: Um luxuoso hotel e spa localizado nos arredores de Beaune, cercado por vinhedos, que oferece quartos elegantes, um restaurante com estrela Michelin e um spa relaxante.
      Imagem de Hostellerie de Levernois, Beaune
  • Hotéis de médio porte:
    • Hôtel de la Poste: Um hotel encantador num edifício histórico perto dos Hospices de Beaune, que oferece quartos confortáveis ​​e uma atmosfera tradicional francesa.
      Imagem do Hôtel de la Poste, Beaune
    • Hôtel Le Home: Um hotel moderno e elegante próximo ao centro da cidade, que oferece quartos confortáveis ​​e um ambiente aconchegante.
      Imagem de Hôtel Le Home, Beaune
  • Opções econômicas (hotéis de 2 e 3 estrelas):
    • Hôtel Belle Epoque: Um hotel simples e acessível próximo à estação ferroviária, que oferece acomodações básicas e uma localização conveniente.
      Imagem do Hôtel Belle Epoque, Beaune
    • Ibis Beaune Centre: Um hotel econômico perto do centro da cidade, que oferece quartos limpos e fácil acesso às principais atrações.
      Imagem de Ibis Beaune Centre

3. Atrações imperdíveis:

  • Hospices de Beaune (Hôtel-Dieu): Um hospital do século XV com um impressionante telhado em estilo flamengo, agora um museu que exibe arte e artefatos medievais.
    Imagem de Hospices de Beaune (HôtelDieu)
  • Igreja Colegiada de Notre-Dame: Uma bela igreja românica e gótica com impressionantes vitrais.
    Imagem da Igreja Colegiada de NotreDame, Beaune
  • Musée du Vin de Bourgogne (Museu do Vinho da Borgonha): Um museu dedicado à história e cultura do vinho da Borgonha, instalado em uma antiga mansão do século XV.
    Imagem de Musée du Vin de Bourgogne (Museu do Vinho da Borgonha)
  • Marché aux Vins: Um mercado de vinhos realizado todos os sábados de manhã, onde você pode degustar e comprar vinhos locais.
    Imagem de Marché aux Vins, Beaune
  • Muralhas de Beaune: Caminhe ao longo das muralhas bem preservadas da cidade, oferecendo vistas dos vinhedos e da paisagem circundante.

4. Opções enriquecedoras de viagens de um dia:

  • Route des Grands Crus: Explore a famosa Route des Grands Crus, um passeio panorâmico pelos vinhedos da Borgonha, visitando vilas vinícolas renomadas como Pommard, Meursault e Vosne-Romanée.
    Imagem de Route des Grands Crus, Borgonha
  • Castelo de Pommard: Visite este castelo histórico e conheça o processo de vinificação, seguido de uma degustação de vinhos.
    Imagem do Castelo de Pommard
  • Dijon: Descubra a capital da Borgonha, conhecida pela sua mostarda, centro histórico e Palais des Ducs de Bourgogne.
    Imagem de Dijon, França

5. Melhores épocas para visitar Beaune:

  • Primavera (abril-junho) e outono (setembro-outubro): clima agradável, menos multidões e vinhedos coloridos no outono, perfeitos para explorar a cidade e as regiões vinícolas vizinhas.
  • Verão (julho-agosto): clima quente e ensolarado, eventos ao ar livre animados e horário de verão prolongado. No entanto, esteja preparado para multidões maiores e preços mais altos.
  • Inverno (novembro a março): temperaturas mais amenas, menos turistas e algumas atrações podem ter horário reduzido. No entanto, o leilão de vinhos Hospices de Beaune, em novembro, é um grande evento.

6. Feriados na França:

  • Dia de Ano Novo (1º de janeiro)
  • Segunda-feira de Páscoa (varia)
  • Dia do Trabalho (1º de maio)
  • Dia da Vitória na Europa (8 de maio)
  • Dia da Ascensão (varia)
  • Segunda-feira de Pentecostes (varia)
  • Dia da Bastilha (14 de julho)
  • Assunção de Maria (15 de agosto)
  • Dia de Todos os Santos (1º de novembro)
  • Dia do Armistício (11 de novembro)
  • Dia de Natal (25 de dezembro)

7. Recomendações úteis:

  • Compre um Bourgogne Wine Pass: Este passe oferece degustações em diversas vinícolas e descontos em atividades relacionadas ao vinho.
  • Alugue uma bicicleta: explore os vinhedos e a paisagem circundante de bicicleta.
  • Participe de degustações e workshops de vinhos: Muitas vinícolas oferecem degustações e workshops onde você pode aprender sobre os diferentes tipos de vinhos da Borgonha e o processo de vinificação.
  • Visite o Mercado de Sábado: Experimente a atmosfera animada do mercado de sábado em Beaune, que oferece produtos frescos, especialidades locais e produtos artesanais.
  • Aprenda algumas frases em francês: Frases básicas em francês como "Bonjour" (olá), "Merci" (obrigado) e "Au revoir" (adeus) serão apreciadas pelos habitantes locais.